“Ilhas e Encantamentos” – Reforço do Setor da Literatura Infantojuvenil e de Emprego Cultural Criativo

O que fazemos?

Contribuímos para a criação de emprego sustentável através da produção, publicação e divulgação/comercialização de literatura para a infância e juventude e mobilizamos o poder criativo e educativo do património, em suportes diversificados e apelativos de literatura infantojuvenil, numa dinâmica de cooperação Sul-Sul.

Para quê?

  • Produzir literatura infantojuvenil acessível a comunidades isoladas, que será divulgada internacionalmente através de uma plataforma digital;
  • Formar e capacitar jovens e outros setores da sociedade sobre novas opções de trabalho criativo e patrimonial.

Como?

  • Criando uma linha editorial própria, responsável pela produção de literatura infantojuvenil, que espelhe a atividade do projeto;
  • Produzindo três títulos por cada um dos territórios envolvidos (em formato ebook e impresso);
  • Produzindo uma plataforma digital de divulgação de conteúdos, com recurso a técnicas inovadoras construídas em formatos criativos para suporte de papel e para conteúdos digitais;
  • Produzindo uma plataforma digital de divulgação de conteúdos, com recurso a técnicas inovadoras construídas em formatos criativos para suporte de papel e para conteúdos digitais;
  • Produzindo 1 kit pedagógico com objetivos pedagógicos e didáticos sobre educação patrimonial;
  • Produzindo artesanato local de suporte à construção e apresentação de conteúdos literários (fantoches, panos, música, teatro e editora) e apoiando a divulgação nacional e internacional da literatura infantojuvenil;
  • Organizando formações/oficinas vocacionadas à produção de conteúdos para a literatura infantojuvenil: tecnologias digitais de produção e divulgação, ilustração/escrita criativa/oralidade, educação patrimonial;
  • Dinamizando, em cada um dos territórios abrangidos, uma “Casa dos Contos”/hub das artes locais: espaço de convívio intersetorial e regional, disseminador de experiências.

Para quem?

  • Diretamente: cerca de 45.643 crianças e jovens em idade escolar; 756 jovens adultos/as; 1.576 professores/as; 490 artesãos.
  • Indiretamente: intervenientes do setor cultural na sua globalidade; comunidades escolares abrangidas pelas atividades do projeto; os habitantes dos territórios alvo, cerca de 307.968.